Boas novas

random

Santuário ecológico de Macaé ganhará reforço ambiental


Por Alex Sandro Santos

Fundada em 1824, Sana ganhou seu nome por conta de um suíço. Na verdade, no início se chamou Sena, em lembrança ao rio francês, mas logo a população local adotou o nome atual por conta da sua fácil pronúncia.

Foto Érica Ferreira - site da Prefeitura de Macaé

Apelidado como “Paraíso das águas”, Sana está localizado na região serrana do município de Macaé e é um daqueles locais que a gente se apaixona logo no primeiro encontro. Transformado em Área de Proteção Ambiental (APA) em 2002, o sexto distrito de Macaé fica bem próximo de Nova Friburgo e Casimiro de Abreu, e esbanja a beleza imensurável da Mata Atlântica, com diversas cachoeiras que atraem pessoas de todas as partes do estado e Brasil para se refrescarem em suas águas claras, assim como a Cachoeira do Escorrega que é formada por uma pedra lisa, com suave declive que leva o banhista a se deslizar até uma piscina natural. Subindo um pouco mais pelas trilhas, consegue-se chegar às cachoeiras com maiores quedas e corredeiras, no entanto são estas mais frequentadas por aqueles que curtem uma boa aventura por dentro da mata. Há também uma caminhada mais intensa que leva até a Pedra do Peito de Pombo – uma formação rochosa semelhante a um pombo pousado sobre uma pedra com mais de mil metros de altura. O ideal é contratar o serviço de guia turístico local para que não haja problemas durante o passeio.

Existe no Sana a Organização Não Governamental (Tororó) que se empenha na preservação ambiental do local – ao lado de alguns órgãos fiscalizadores - que intensificam a vistoria durante o verão proibindo que as pessoas causem danos ambientais, assim como a poluição e degradação da mata.


Ação ambiental da Elas Ecomodas no Sana

Pensando em colaborar com a preservação ambiental, a confecção de friburguense realizará a primeira “Ação ambiental de verão da Elas Ecomodas no Sana”, que acontecerá durante os dias 30 e 31 de janeiro de 2016. A ação consiste em entregar aos visitantes do local pequenas mudas de Palmito-juçara – uma árvore nativa da Mata Atlântica ameaçada de extinção por conta do seu corte ilegal e que uma vez cortada a mesma nunca mais rebrota, e seus frutos servem como alimento para mais de sessenta animais silvestres. Junto com cada árvore, as pessoas receberão também um manual de plantio com todas as instruções simplificadas e cuidadosas para que a própria pessoa possa fazer o plantio da sua muda às margens dos rios e cachoeiras. Com isso, os organizadores pensam em estimular a consciência ambiental de maneira prática e aproximar as pessoas com o meio ambiente fazendo-as compreender a importância de se preservar a natureza e possibilitar que os recursos hídricos do rio Sana sejam preservados.

Nesta ação, a Elas Ecomodas – que é uma microempresa de confecção que produz moda sustentável - conta com um apoio gigante de parceiros do bem, ou seja, voluntários de Nova Friburgo que aceitaram o convite postado em suas redes sociais para participarem na organização e entrega das mudas. Também foi possível encontrar parcerias empresariais, assim como Hn Comunicação Visual, Criweb, Papelaria Arabesco, Supermercado Bramil, Assessoria de Corrida Evoluir e Friled. A equipe da Elas Ecomodas também recebeu o apoio de algumas pessoas do próprio local, assim como o Sana Camping, Restaurante Macaxeira, Ong Tororó Sana e Revista Visão Socioambiental (Macaé). 

Estima-se a doação e plantio de mais de quinhentas mudas durante os dois dias desta iniciativa ambiental da Elas Ecomodas no Sana. Para outras informações e participações, ligar para 22 2526 5572, enviar email para contato@elasecomodas.com.br ou acessar www.elasecomodas.com.br

Santuário ecológico de Macaé ganhará reforço ambiental Reviewed by Visite Nova Friburgo on 08:00 Rating: 5
All Rights Reserved by Visite Nova Friburgo © 2014 - 2015
Desenvolvido por COMTotal Publicidade

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.